Aluga-se uma casa

Saiu no jornal na seção classificados: “aluga-se casa mobiliada na zona central da cidade. Quarto, banheiro, cozinha, área de lavanderia e quintal. Preço justo. Tratar com Luana pelo telefone oito-quatro-vinte-e-cinco- trinta-quarenta-e-três”.


Casa de paredes brancas, com miúdas janelas azuis – como dois olhos a espiar a luz do dia e pouco revelar o que se passa do lado de dentro. Porta vermelha e larga, sempre a dar boas-vindas aos visitantes. Pela foto parece aconchegante, deve ser bom morar ali. Apesar de um único quarto, com um pouco de boa vontade, talvez seja possível outros corpos estenderem-se sobre a cama.


Aluga-se uma casa mobiliada na zona central da cidade. Saem os moradores, permanecem suas histórias. Herda-se os segredos que repousam silenciosos nos cantos de cada cômodo. A casa e os sonhos - melhor manter a chave na fechadura para que não escapem pelo buraco. Favor não esquecer das frestas.


Saiu no jornal na seção classificados: Luana oferece seu corpo a quem quiser alugá-lo. Preço justo. Coloca-se à disposição de um novo inquilino que leva parte de seus sonhos e história. O corpo é a casa que Luana habita. E toda casa tem pretensão de um dia virar lar.


(Texto para o projeto Novas Visões. Leia também em: Novas Visões)

19 comentários:

  1. nossa, juro que pensei desde o começo nisto... pra um dia virar lar tem que guardar segredos e gerenciar os demônios.

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Muito bom.
    eu nem consigo comentar aqui direito.
    hahaha
    minha capacidade de falar sobre seus posts é ofuscada pelas suas próprias palavras.

    ok, que exagero.
    mas enfim...

    vou ter que dizer.
    em alto e bom tom

    vc é foda!
    hahah
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Gostei do seu blog, Gabriela. Moro Em Floriaopolis. PRazer.
    Fellipe

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, Gabriela. Você como sempre me surpreendendo.
    Certamente que toda casa quer virar um lar mais cedo ou mais tarde, apesar de algumas bradarem que não. =D

    ResponderExcluir
  5. Alec10:42

    Um ponto a considerar. Há quem diga ser mero sentimentalismo sobre objetos materiais descartáveis. Eu prefiro pensar, em lembranças saudosas daquilo que um dia já foi o meu lar.
    Uma mescla interessante entre tristeza e beleza. Lindo texto.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo20:01

    GABRIELA: GOSTO MUITO DE LER. E SINTO QUE TENS UM DOM DE NOS FAZER MERGULHAR NA VIDA EM FORMA DE VIAGENS DE SONHOS. SIM , POIS MUITAS VÊZES PODEMOS SER CASAS, COM PORTA ABERTA E NINGUÈM ENTRA,MUSICAS,OU ATÈ QUEM SABE UM LIVRO ALI NA PRATELEIRA ESPERANDO PARA SER LIDO, OU QUEM SABE ATÈ MESMO ...COMPRADO.AFINAL SOMOS TODOS UMA CASA,E NOSSA ALMA E TODOS NOSSOB SENTIMENTOS HABITAM NELA.
    LENDO SUAS CRÔNICAS,ME SINTO EM CASA. UM ABRAÇO DE QUEM TE ADMIRA E PASSA A TE RESPEITAR COMO UMA GRANDE E TALENTOSA ESCRITORA.QUE NOS AJUDA A RELETIR COISAS QUE ESTÃO ACONTECENDO E SIMPLESMENTE NÃO VEMOS. UM ABRAÇÃO . VOCÊ VAI LONGE MENINA,ESPERO PODER LHE ACOMPANHAR.

    LILLICA

    ResponderExcluir
  7. Delicado, sutil e muito forte.
    Amei.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  8. Gab, você já reparou que aquela seção de anúncios de jornal é meio que um retrato do dia-a-dia? O que se oferece... o que se procura... o que se encontra... as pessoas e suas pessoalidade. E vc é mestre em retratar isso.

    Mais um texto impecável.

    Beijo, moça!

    ResponderExcluir
  9. Tem um anúncio que é assim:
    "Vendo meu corpo.
    Motivo: Viagem"

    ResponderExcluir
  10. oie Gabriela obrigado por postar la no novasvisões ontem!!beijos

    ResponderExcluir
  11. Já estava com saudades de passar aqui. Os textos são sempre de uma inteligência espantosa!

    Parabéns!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Anônimo07:09

    menina você é infinita com uma linguagem bem elegante,adorei sua crônica e como nova leitora te daria um 1parab,ens0 com milhões de estrelas.Parabéns.....

    ResponderExcluir
  13. Gostei da maneira como escreveu esse texto. Assim pra dentro. E realmente "toda casa tem pretensão de um dia virar lar".
    Achei lindo bjo!

    ResponderExcluir
  14. Oi moça, tudo bom?
    Saiu a V Lista de Recomendados e, fiz uma chamada para meus leitores visitarem e/ou voltarem ao teu espaço. Espero que aprecie.
    Um beijo e bom domingo,
    Henrique
    Vai Vendo...

    ResponderExcluir
  15. Que aula você dá com os textos ; D

    Gostei daqui, voltarei mais vezes com muita satisfação ok ?

    Parabéns Gabriela ; )

    ResponderExcluir
  16. Se lafrões violarem a casa, estarão de certo modo violando Luana.

    Ou são apenas delírios?

    ResponderExcluir
  17. Olá Gabriela, tudo bem?

    Legal seus textos e muito bom o seu post "auto-retrato".

    Vlew por ter visitado o putasacada.

    Abraços e td de bom.

    ResponderExcluir
  18. deogues20:16

    Eu mais do que ninguém sei que vc sabe conjugar e unir as palavras com muita praticidade, li, mas nem precisaria tê-lo lido, suas crônicas são ótimas, coerentes e tem o dom de nos prender ao interesse de lê-las!!
    Meus parabéns pelas crônicas!!
    bjss do mano Deogues!!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.

 
A Cronista © 2013 | Gabriela Gomes. Todos os direitos reservados.