Do verbo amar

O amor é tão imprevisível quanto o mar.

8 comentários:

  1. Isso lá é verdade. Concordo. Abraço.

    ResponderExcluir
  2. E ás vezes chega tão de mansinho que nos apanha desprevenidos. Não é?

    ResponderExcluir
  3. O bom da vida são as surpresas, né? =]

    ResponderExcluir
  4. Concordo!
    Lindo, lindo por aqui, adorei, vou seguir!
    e ainda é gaúcha \o
    beeijo

    ResponderExcluir
  5. é inexplicável, e um tanto quanto idílio, porém nada comparável.

    ResponderExcluir
  6. Amei , pq o MAR é tão misterioso...
    profundo,é realmente imprevisivel .
    Assim tb é o amor !
    lindo lindo e lindo .
    bjinho ;)

    ResponderExcluir
  7. Como uma onda no mar...já repararam como elas muitas vêzes nos pegam de surpresa?
    Assim é o amor ,vlew gabriela !
    bye bye e bjin .

    ResponderExcluir
  8. Tão imprevisível que às vezes temos medo de que ele nos invada.

    Parabéns! Continue escrevendo. Adoro! Beijos. ;)

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.

 
A Cronista © 2013 | Gabriela Gomes. Todos os direitos reservados.