INFERNO ASTRAL

Logo você estará de aniversário. Ficará mais velho - ou experiente, conforme preferem os otimistas, completará mais uma primavera, e se tudo der certo, apagará as velinhas.

Antes do grande dia, porém, passará pelo que os astrólogos chamam de inferno astral que, a começar pelo nome, tem cara de coisa medonha. Melhor caprichar na reza e acender uma vela pro santo, porque de precaução ninguém passa mal.

Ficamos mais reflexivos. Alguns fazem um balanço do que mudou no último ano, outros começam a demonstrar certo incômodo com os novos dígitos que aparecem nas velinhas – apesar de que tem os discretos que preferem uma vela só. Tem os que sequer gostam de fazer aniversário, os que desistiram de contar os anos, os que bebem pra esquecer, os que bebem pra comemorar e há ainda, quem agende botóx pra semana seguinte.

É amanhã. Você estará de aniversário amanhã. Tomara que as pessoas lembrem. Será melhor colocar um nick no MSN pra ninguém dizer que esqueceu? Tirar o aviso do Orkut de que será o seu dia, pra saber quem realmente lembrou? O que as pessoas desejam, desejam de coração ou só querem ser simpáticas não porque você é legal, mas porque elas que querem parecer legais? Acho que nem é preciso avisar, mas a medida que envelhece você fica mais sensível, medroso e meio neurótico.

Mas meu amigo, se você não nasceu na véspera de Natal, seu inferno está prestes a terminar. Vista roupa de festa e vá comemorar o que é seu por direito. Até hoje insisto: o que é mais importante, eu ou o Natal? Já sabendo a resposta quase unânime (porque êpa, meu voto também conta, tá bem?) me sinto caridosa em ceder a noite da minha festa de aniversário para a noite de Natal (como se tivesse escolha).

É 24 de dezembro, véspera de Natal. Os atrasados correm atrás de presentes - e eu tô de aniversário. Os amigos pegam a estrada e seguem pro interior, pro litoral, pra casa da tia, da avó - e eu tô de aniversário. A ceia pede uma última atenção – e eu continuo de aniversário. As pessoas andam sorridentes pelas ruas e desejam Feliz Natal - só que eu tô de aniversário. As luzes iluminam a cidade para a tão esperada noite de Natal, no relógio, meia-noite: todos brindam, se abraçam, sorriem, desejam boas coisas e ceiam - e eu estive de aniversário.

Mas tudo bem. Só aproveita o paraíso quem um dia conheceu muito bem o inferno. Astral, é claro.

7 comentários:

  1. Pra quem não é necessariamente preso a tradições de natal, como eu, é mais fácil relacionar essa data, a partir de agora, com teu aniversário, com certeza!

    E eu sempre tiro do Orkut a data pra ver quem lembra de verdade, e teve um ano que... ninguém tirando meus pais e minha madrinha lembrou. Foi meio depressivo, não recomendo. hahahahah

    beijo!

    ResponderExcluir
  2. Sabe que eu tenho certeza que comentei nesse post dois anos atrás?
    Devo ter comentado mesmo, afinal, meu amor com A Cronista vem de longas datas. =]

    É, Gabriela, deve ser mesmo muito difícil dividir o aniversário com um aniversariante tão especial. Mas vendo pelo lado bom, também é muito abençoada essa data que você nasceu.
    Então o que eu desejo é que todas as coisas boas que passam pelo espírito de Natal se derramem pelo seu aniversário.

    Feliz Aniversário e Feliz Natal!

    ResponderExcluir
  3. A Melhor mensagem de Natal, é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa
    caminhada pela vida.
    É Natal! De um Deus amigo, amoroso e transformador. Desejo paz, amor, saúde e tudo de muito bom que estiver dentro de você.
    Que possas estar ao lado de quem se ama e fazer do mundo sempre melhor.

    WWW.apenasumponto.blogspot.com
    WWW.apenasumpontoesportivo.blogpspot.com
    www.blogzonadoagriao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Descobri por sua crônica o dia de seu níver ! o título desta sei que é de uma de suas muitas inspirações .
    Pois imagino ou sei que voce deve ser de um ÓTIMO ASTRAL !
    ABRAÇO MEU A VOCÊ...

    ResponderExcluir
  5. Já que não te felicitei no seu niver passado no blog vou te felicitar este ano !
    pela sua crônica ( é que você foi o melhor presente de natal para todos nós ).
    Bejuxx

    ResponderExcluir
  6. Tu pecas em duas coisas: vive muito sobre a tutela da moral humana e mistura astrologia com religiões do batuque.

    Quem espera receber parabéns por alguma coisa, normalmente senta na graxa. Não importa o que, bom trabalho, boa prova, etc...no máximo lhe darão parabéns por sua boa bunda.
    Pode ser que minha filosofia de sociopata mirim ou como já diria o cara que me prescreve o mata-rato, minha "fobia social", tremule quando eu vejo ou neste caso, leio, uma pessoa sofrer pelas mazelas criadas pela sociedade. E o pior, tu sofres duplamente. Uma por sofrer pelo papo de a galera "tecnicamente" esquecer a sua data, e a outra é por estas pessoas que te dariam os tais parabéns darem bola para uma data mais imbecil ainda, o Natal.

    Não lembro e alguém lembrar disso, mas se formos em méritos astrológicos tem algo pior que isso tudo. Tu és uma capricorniana. Isso pra mim é pior que chutar entrega de Exu ou caçoar do Ebó alheio. Mas...tem gente que gosta. Outra coisa, o dito messias ou salvador do planeta terra é um capricorniano também. Isso mostra mais ainda que a religião que ele mais ou menos criou não vale lá muita coisa (na teoria astrológica, claro)

    Eu, como um batuqueiro juvenil e sagitariano orgulhoso, digo, não misture as duas receitas que teu bolo de aniversário dará salmonela em todos que estão no mesmo momento do seu nascimento trocando presentes em um festerê mais falso que nota de 3 reais.

    E talvez tu penses, "nossa, esse FDP está me xoxando!!!" não, é apenas a minha opinião. e o pior dos piores, ela não vale nada.

    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.

 
A Cronista © 2013 | Gabriela Gomes. Todos os direitos reservados.