ESTÉRIL

Falou à esposa que bastava de filhos. Não suportaria continuar com o silêncio que escondia sua condição.

5 comentários:

  1. Um silêncio quase físico se assim podemos dizer metaforicamente.

    ResponderExcluir
  2. Por isso que minha mulher resolveu colocar o D.I.U ?
    ahhhhhh
    Beijão !

    ResponderExcluir
  3. nossa...naum conhecia seu blog....
    adorei msm!!
    se tiver algum tempo poderia passar no meu pra dar uma olhadinha?
    =P

    www.aeddocotidiano.blogspot.com


    =************

    ResponderExcluir
  4. Olá amiga! Passei para te parabenizar pela honrosa posição que alcançaste no TOP 3. Conforme já te falei anteriormente, isso nada mais é que uma prova da tua capacidade.

    Quanto ao estéril, adorei. Muito bem bolada.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do blog e das crônicas que li, parabéns! Passo a ser sua seguidora!

    beijo
    Tati Cavalcanti

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.

 
A Cronista © 2013 | Gabriela Gomes. Todos os direitos reservados.